©
Claro que eu vou te machucar. Claro que você vai me machucar. É claro que vamos machucar uns aos outros. Mas esta é a própria condição de existência. Para se tornar primavera, significa aceitar o risco de inverno. Para tornar-se presença, significa aceitar o risco de ausência.
O Pequeno Príncipe
Você é assim, um sonho pra mim. E quando eu não te vejo eu penso em você desde o amanhecer até quando eu me deito. Eu gosto de você e gosto de ficar com você, meu riso é tão feliz contigo, o meu melhor amigo é o meu amor. Seus olhos meu clarão, me guiam dentro da escuridão. Seus pés me abrem o caminho, eu sigo e nunca me sinto só. Você é assim, um sonho pra mim. Quero te encher de beijos
Tribalistas.  
É definitivo, eu te esqueci! Digo esqueci, porque esqueci mesmo. Totalmente. Definitivamente. Esqueci do som daquela sua risadinha tímida, que você dava todas as vezes quando dizia que me amava. Esqueci daquela sua enrugadinha na testa, que você fazia quando sentia ciúmes. Esqueci daquele seu sorriso lambuzado de açaí, que você fazia questão de parar todos os dias lá pra tomar. Esqueci das zoações que fazíamos quando nossos times jogavam um contra o outro. Tá aí, nem pra time você prestava pra torcer. Esqueci das suas SMS de madrugada, das suas ligações quando estava bêbado, das suas manias idiotas e esqueci principalmente de todas aquelas juras de amor eterno que um dia você me fez… Pensando bem, eu não esqueci de nada disso não. Só estava chateada mesmo.
Thiara Macedo
Mesmo que a gente dê errado, mesmo que a gente não seja certo um pro outro. É a minha bagunça que tu curte, são tuas complicações que eu gosto. Não dá pra entender, mas é isso que a gente é.
Robin and Stubb. 
Simplesmente usamos o futuro para escapar do presente.
John Green.   
Somos donos de nossos atos, mas não somos donos de nossos sentimentos. Somos culpados pelo que fazemos, mas não somos culpados pelo que sentimos. Podemos prometer atos, mas não podemos prometer sentimentos. Atos são pássaros engaiolados. Sentimentos são pássaros em voo.
Mário Quintana. 
Simula um toque, que desabroche
Esse teu casto mastigado pelo meu
Se quer tamanho vou despir a alma
E afogar a calma salivando um beijo teu
Siga a seta e diga que sou seu
Maria Gadú
As vezes não há nada o que dizer, apenas o que chorar.
Elisa Bartlett. 
1 2 3 »